.

Statement

Meu trabalho parte da idéia de não ter uma idéia. O caminho me interessa enquanto desconhecido. Durante o processo criativo faço o possível pra não deixar que o conhecido determine o percurso e que a técnica adquirida não guie o trabalho

Para que isso aconteça engano o meu consciente e praticamente faço o contrário da tendência, da rotina, do óbvio e do hábito. Crio e destruo, pinto e apago, modifico estruturas e reimagino formas.  É como mudar de direção cada vez que conheço o caminho ou o lugar

A série “Só Tinta” surgiu do meu interesse da transformação e reaproveitamento da tinta acrílica, explorando noções de desperdício e preciosidade. A tinta é espalhada em diversas superfícies e após secar parcialmente, moldo, dobro e conecto as camadas formando uma única peça, com formas orgânicas, humanas e cores vibrantes

Bio

Artista visual, Nascida em São Paulo, vive e trabalha em NY desde 2010. Na sua prática artística, Carin se interessa na transformação e reaproveitamento da tinta e materiais de uso diário, explorando noções de desperdício e preciosidade. Participou de várias exposições incluindo: NY Live Arts (NY), Christie’s (NY), The Cluster Gallery (NY), Deanna Evans Project (NY), Governors Island (GIAF) (NY), Phyllis Harriman Mason Gallery (NY) e Soho20 (NY.), Em 2012, recebeu a bolsa de estudos“The Leonard Rosenfeld Merit Scholarship” e o prêmio “Lloyd Sherwood Grant” para arte abstrata no Art Students League de NY. Em 2020, participou do programa da New York Foundation for the Arts (NYFA) para imigrantes.

obras

Peão, 2020

Tinta acrilica seca 20 x 20 x 20 cm