fbpx
Skip to content

Uncool Artist

2023

September 27

4:30 pm - 8 pm (EST)

27 de Setembro

17h30m - 21h (BR)

What it is

UA Open Studios Online are a unique opportunity for close dialogue between artists (directly from their workspaces) and interested people. Held by videoconference, Uncool Artist’s International Open Studios Online is free and open to the public.

This is your chance to learn more about different artistic practices, ranging from ceramics to painting, from video to textile, from the perspective of the studio day by day.

Os UA Open Studios Online são uma oportunidade única de diálogo próximo entre artistas (diretamente dos seus espaços de trabalho) e pessoas interessadas. Realizado por videoconferência, o International Open Studios Online da Uncool Artist é gratuito e aberto ao público.

Essa é a sua chance de saber mais sobre diferentes práticas artísticas, que vão da cerâmica à pintura, do vídeo ao bordado, do ponto de vista do cotidiano dos ateliês.

Hosting Artists

Roberta Barbosa

Roberta’s presentation will explore the evolution of a piece, showcasing how a three-piece work became one once she understood how the absence of frames or perfect edges where actually an important communicator on her work. She will do so showcasing a PDF presentation exploring these details until its “final” result.

Roberta is born and raised in Niterói, Rio de Janeiro, 1983. She is a poet and visual artist interested in intersection between objects and poetry. Her work explores the textures and fluidity of the words that inspires her creations.
A fala de Roberta explora a evolução de uma obra, mostrando como um trabalho de três partes se tornou um só quando ela entendeu que a ausência de molduras ou bordas perfeitas era, na verdade, um importante comunicador em seu trabalho. Ela fará isso exibindo uma apresentação em PDF que explora esses detalhes até o resultado “final”.

Roberta nasceu e cresceu em Niterói, Rio de Janeiro, em 1983. É poeta e artista visual interessada na interseção entre objetos e poesia. Seu trabalho explora as texturas e a fluidez das palavras que inspiram suas criações.

4:30pm (EST) / 17h30m (BR)

In Portuguese / Em Português

Flor Godward

The artist will talk about her art. What inspires her practice, medium, background etc. She will tour her studio showing the work and later she will answer to any question that people from the audience might have.

Flor is a mixed media artist based in Miami. She was born in Argentina and came to the US at the age of 21. She studied psychology and has been always interest on Freud’s emphasis in childhood as a decisive factor in the development of a person and in Jung’s collective unconsciousness and the assimilation of the shadow as way of psychological integration. The use of masks and costumes is a constant in her work where she portrays how adults cover up their essence as a survival tool. Childhood’s innocence mixed with its dark solemn side, is her main subject.

A artista falará sobre sua arte. O que inspira sua prática, seu meio, seu background etc. Ela percorrerá seu ateliê mostrando o trabalho e depois responderá a qualquer pergunta que o público possa ter.

Flor é uma artista de mídia mista que mora em Miami. Ela nasceu na Argentina e veio para os EUA aos 21 anos. Estudou psicologia e sempre se interessou pela ênfase de Freud na infância como fator decisivo no desenvolvimento de uma pessoa e no inconsciente coletivo de Jung e na assimilação da sombra. como forma de integração psicológica. O uso de máscaras e fantasias é uma constante em seu trabalho onde retrata como os adultos encobrem sua essência como ferramenta de sobrevivência. A inocência da infância misturada com seu lado sombrio e solene é o seu tema principal.

5pm (EST) / 18h (BR)

In English / Em Inglês

Katia Politzer

In her Open Studio, Katia will show her work and talk about her research into her Romani ancestry, its symbols and meanings, her aims, as well as what fascinates her and the difficulties involved in the process.

Katia Politzer is a visual artist from Rio de Janeiro. She has attended art courses in the USA and Rio de Janeiro. Graduated in Fine Arts /UFRJ and had exhibitions in Brazil, Portugal, the U.S. and Italy. Her work develops in projects characterized by strong material hybridity. Using everyday objects, she investigates issues of time, memory (ancestry and mythology), diversity and personal relationships – from affection to exclusion.

Em seu Open Studio, Katia mostrará trabalhos e falará a respeito da pesquisa sobre sua ancestralidade romani, seus símbolos e significados, suas intenções, assim como o que a fascina, e as dificuldades envolvidas no processo.


Katia Politzer é uma artista visual carioca. Frequentou cursos de arte nos EUA e no Rio de Janeiro. Formou-se em Artes Plásticas/UFRJ e expôs no Brasil, Portugal, EUA e Itália. O seu trabalho desenvolve-se em projetos caracterizados por um forte hibridismo material. Utilizando objetos do cotidiano, investiga questões de tempo, memória (ancestralidade e mitologia), diversidade e relações pessoais – do afeto à exclusão.

5:30pm (EST) / 18h30m (BR)

In Portuguese / Em Português

Reitchel Komch

Na ocasião a artista irá se aprofundar sobre sua linha de pesquisa em torno do Tempo, iniciada em 2018 e que agora atravessa um momento escultórico.

Reitchel Komch is a visual artist born and based in Rio de Janeiro. She took workshops at the Parque Lage School of Visual Arts with Brígida Balthar, Chico Cunha, João Magalhães and Luiz Ernesto from 2010. She studied Poetic Immersions (2017) and Poetics in Process (2018) at Escola Sem Sítio, launched the video Abre Caminho, based on the performance and sculpture of the same name in 2021 at the group show Ñzanza; Abre Alas 16 (A Gentil Carioca, Rio, 2020); A Melancolia da Paisagem (Galeria Sem Título, Fortaleza, 2019). In 2023 she will take part in the 14th Salon of Artists without a Gallery, at Zipper Galeria, SP.

Na ocasião a artista irá se aprofundar sobre sua linha de pesquisa em torno do Tempo, iniciada em 2018 e que agora atravessa um momento escultórico.

Reitchel Komch é uma artista visual nascida e radicada no Rio de Janeiro. Fez oficinas na Escola de Artes Visuais do Parque Lage com Brígida Balthar, Chico Cunha, João Magalhães e Luiz Ernesto a partir de 2010. Estudou Imersões Poéticas (2017) e Poéticas em Processo (2018) na Escola Sem Sítio, lançou o vídeo Abre Caminho, baseado na performance e escultura homônima em 2021 na mostra coletiva Ñzanza; Abre Alas 16 (A Gentil Carioca, Rio, 2020); A Melancolia da Paisagem (Galeria Sem Título, Fortaleza, 2019). Em 2023 participará do 14º Salão dos Artistas sem Galeria, na Zipper Galeria, SP.

6pm (EST) / 19h (BR)

In Portuguese / Em Português

Danielle Cukierman

Danielle will talk about her recent work and her research. A pdf will be presented for a better view of the works.

Danielle Cukierman (1980) is from Juiz de Fora, MG and lives in Rio de Janeiro, Brazil. She works with painting, embroidery, tapestry and installation. The artist is interested in conceptually exploring the idea of paths. As such, she often invites viewers of her work to reflect on the notion of a safe path or possible escape routes in the face of contemporary challenges. Currently, Danielle has dedicated herself to more subjective paintings, in which she represents her own body to address the issues of acceleration and sickness typical of our times. How and where can we escape? What would be the best way? In her research, the artist establishes a constant relationship with the ground. Her works have a haptic character that is achieved through the superimposition of textures and materials.

Danielle falará sobre trabalhos recentes e sua pesquisa. Um pdf será apresentado para melhor visualização das obras.

Danielle Cukierman (1980) é de Juiz de fora, MG e vive no Rio de Janeiro, Brasil. Trabalha com pintura, bordado, tapeçaria e instalação. A artista tem interesse em explorar conceitualmente a ideia de percurso. Como tal, ela frequentemente convida os espectadores de seus trabalhos a refletirem sobre a noção de um caminho seguro ou possíveis rotas de fuga diante dos desafios contemporâneos. Atualmente, Danielle tem se dedicado a pinturas mais subjetivas, nas quais ela representa seu próprio corpo para abordar as questões de aceleração e adoecimento característicos do nosso tempo. Como e para onde é possível escapar? Qual seria o melhor caminho? Dessa forma, em sua pesquisa, a artista estabelece uma relação constante com o chão. Suas obras possuem um caráter háptico que é alcançado por meio da sobreposição de texturas e materiais.

6:30pm (EST) / 19h30m (BR)

In Portuguese / Em Português

Nilton Dondé

The presentation will be broadcast from the artist’s studio. First, a brief presentation of his career as a visual artist, as well as the ramifications for art education and cultural production. The time of his participation will be as a guided mediation, highlighting points about the installation/site specific created as a part of the open studio.

Nilton Dondé is a visual artist, art educator and cultural producer. He has a postgraduate specialization in Visual Arts: Production and Contemporary Thoughts and a BA in Visual Arts from the University of Caxias do Sul (UCS).  He is currently an art educator at Associação Vacariense Atelier Livre – ASVAAL; a participant in ILAP at Uncool Artist; and a member of the Cultural Department of Associação Chico Lisboa. She is a member of the UN Collective and the Campus 8 Printmaking Club. He has taught workshops, courses; organized and produced cultural projects and contemporary art exhibitions; exhibited individually and collectively.

A atividade será transmitida de dentro do ateliê do artista. Primeiramente, trazendo uma breve apresentação de sua carreira como artista visual, os desdobramentos para a arte-educação e produção cultural. O tempo de sua participação será como uma mediação guiada, ressaltando pontos sobre a instalação/site specific criado em função do open studio.

Nilton Dondé é artista visual, arte-educador e produtor cultural. Pós-Graduado na Especialização em Artes Visuais: Produção e Pensamentos Contemporâneos e Bacharel em Artes Visuais pela Universidade de Caxias do Sul. Atualmente é arte-educador da Associação Vacariense Atelier Livre – ASVAAL; participante do ILAP da Uncool Artist; integra o Departamento Cultural da Associação Chico Lisboa. É membro do Coletivo UN e do Clube de Gravura do Campus 8. Ministrou oficinas, cursos; organizou e produziu projetos culturais e exposições de arte contemporânea; expôs individual e coletivamente.

7pm (EST) / 20h (BR)

In Portuguese / Em Português

Carlos Monaretta

The artist will present his most recent works, as well as sharing his current research, which explores the relationship between photography and serigraphy, with an emphasis on urban landscapes. This presentation aims to discuss how these two art forms complement and influence each other, allowing for unique compositions that portray the richness, complexity and ephemerality of urban landscapes.

 

Carlos Monaretta, born in Guarulhos-SP, currently lives and works in the city of Goiânia-GO. He has a degree in visual arts from FAV-UFG. Since 2016, he has participated in exhibitions in public and private institutions and several artistic residencies. Currently, he has been investigating the proposition of displacements and inversions in the ways of seeing the city and the things of his daily life, embarking on an active action of transformation not only of what he sees and interprets, but also of materials, creating sculptures, drawings, photographs and engravings.

O artista vai apresentar seus trabalhos mais recentes, assim como um compartilhamento sobre sua pesquisa atual, que explora a relação entre fotografia e serigrafia, com ênfase nas paisagens urbanas. Nesta apresentação, pretende-se discutir como essas duas formas de arte se complementam e se influenciam mutuamente, permitindo composições únicas que retratam a riqueza, complexidade e efemeridade das paisagens urbanas.

Carlos Monaretta, nasceu em Guarulhos-SP, atualmente vive e trabalha na cidade de Goiânia-GO. É licenciado em artes visuais pela FAV-UFG. Desde 2016 participa de exposições em instituições públicas e privadas e divcersas residências artísticas. Atualmente tem investigado a proposição de deslocamentos e inversões dos modos de ver a cidade e as coisas do seu cotidiano, partindo para uma ação ativa de transformação não só do que vê e interpreta, más de matérias, criando esculturas, desenhos, fotografias e gravuras.

7:30pm (EST) / 20h30m (BR)

In Portuguese / Em Português